O que é um TEV? Como Funciona e Quais os Prazos?

Nós estamos muito acostumados a certos tipos de transações bancárias, como TED, DOC, depósitos, dentre outras. Porém, muitas pessoas estranham o termo TEV, devido ao desconhecimento desta transação. TEV se refere à Transferência Eletrônica de Valores, uma operação feita entre contas da mesma instituição bancária.

O TEV é uma operação que não possui tarifas, pois, como mencionado, ela é feita entre contas do mesmo banco. Este método de transferência pode ser feito entre quaisquer contas, como entre contas-correntes e contas-poupanças. Os limites de TEV variam de acordo com o banco. Saiba mais abaixo sobre esta operação bancária.

Transferências entre contas do mesmo banco

O TEV é um método de transferência entre contas do mesmo banco, uma sigla para Transferência Eletrônica de Valores. Cada banco tem a liberdade de determinar um valor máximo para a transferência, apesar dela ser gratuita. Diferentemente da TED e DOC, a TEV é feita mais facilmente, necessitando apenas do número da agência e conta do destinatário. Não é necessário possuir o nome completo ou CPF do indivíduo.

A gratuidade da TEV possui um limite máximo de transações, que são determinadas por cada banco. O Banco Central determina o número mínimo de transações que devem ser gratuitas, mas comumente, os bancos oferecem operações entre contas da mesma instituição de forma ilimitada.

O TEV é feito e creditado na conta destino em até 10 minutos. Por ser uma operação no mesmo banco, ela é feita com muito mais facilidade e rapidez. Assim, é muito mais vantajoso que pessoas que necessitam sempre de estar transferindo valores entre contas, de forma constante, possuam conta no mesmo banco. Assim, diminui-se os custos e também o tempo de espera para que o dinheiro seja efetivamente passado para outra conta.

Quais são as diferenças entre TED, DOC e TEV?

Recapitulando, a TEV é uma Transferência Eletrônica de Valores feita entre contas da mesma instituição financeira. Ou seja, caso você deseje transferir dinheiro para contas de outros bancos, será necessário utilizar ou a TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou o DOC (Documento de Ordem de Crédito).

Ademais, tanto o DOC quanto a TED podem ter custos para os usuários bancários. Comumente, são cobrados pelas operações que excedem o pacote de serviços que foi firmado com a instituição. Entretanto, muitos bancos, principalmente os digitais, estão oferecendo cada vez mais opções de conta isentas de tarifas de TED.

Ainda, enquanto a TEV é efetivada em até 10 minutos, a TED e o DOC demoram um pouco mais. A Transferência Eletrônica Disponível é mais rápida, sendo executada, usualmente, em até 30 minutos. Porém, caso tenha alguma complicação ou o banco suspeite da quantidade de dinheiro envolvido, ela pode demorar um pouco mais ou ser bloqueada. Já o Documento de Ordem de Crédito pode demorar até dois dias úteis para ser efetivado. O DOC feito até 21h59 será creditado no dia seguinte, caso seja útil. Porém, se esse horário for ultrapassado, o valor só entrará na conta destino no segundo dia útil à realização da transação. Também, o DOC possui um limite menor de transferência, até R$ 4.999,99.

Além disso, tanto a TED quanto o DOC são transações que exigem mais informações sobre o titular da conta que irá receber a quantia. É necessário inserir nome completo e também CPF ou CNPJ do indivíduo. Isso, apesar de conferir mais confiabilidade e segurança a operação, é algo incômodo, pois são informações pessoais mais difíceis de serem adquiridas.

Como pode-se ver, o DOC e TED são transferências que oferecem vantagens para trâmites entre bancos diferentes, mas a TEV é essencial para aqueles que só precisam realizar a transação entre contas do mesmo banco.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Início
Aplicativo
Login
Contato
Busca
Sem anúncios, sem espera, sem travamentosSEJA PREMIUM